REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UERGS

Mapeamento hidrográfico e diagnóstico ambiental do Rio Espraiado em Soledade/RS

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Lara, Daniela Mueller de
dc.contributor.author Santos, Fabiano Ezequiel dos
dc.date.accessioned 2021-03-09T16:26:09Z
dc.date.available 2021-03-09T16:26:09Z
dc.date.issued 2021
dc.date.submitted 2021
dc.identifier.uri https://repositorio.uergs.edu.br/xmlui/handle/123456789/1083
dc.description.abstract Este estudo objetivou elaborar mapeamento e diagnóstico ambiental em seis pontos pré-definidos do Rio Espraiado no município de Soledade/RS. Tais ações são fundamentais para a melhoria da qualidade e quantidade de água, pois toda a captação, tratamento e abastecimento não extrapola as divisas do município. A pesquisa é descritiva e a metodologia utilizada foi a pesquisa-ação. Para o diagnóstico ambiental, foram avaliados dados sobre a característica deste corpo hídrico no município. Esse possui 32 km de extensão hídrica e foram avaliados o grau de conservação da vegetação do entorno, proximidades com residências, grau de dificuldade de acesso ao local, assim como a presença de resíduos e rejeitos nos arredores. Para o mapeamento hidrográfico, utilizou-se o software ArcGis junto ao Sistema de Informações Geográfica, para a obtenção de mapas e informações geográficas. As análises químico-físicas e biológicas foram realizadas em três períodos ao longo de dois anos, nos seis pontos de coleta, todas feitas em triplicata para posterior análise da média obtida. Os padrões de qualidades foram avaliados com o software do Índice de Qualidade da Água. No ponto 01, observou-se a ausência parcial da circunferência de vegetação nativa. O ponto 02 apresentou ausência de sub-bosque e processos erosivos, devido à presença de bovinos. No ponto 03, sugere-se ação de recolhimento de resíduos e rejeitos encontrados nas margens do afluente. Já o ponto 04 apresenta mata ciliar densa de difícil acesso. O ponto 05 enquadra-se em uma posição crítica ambientalmente, devido ao uso e ocupação nas margens do rio. Por fim, o ponto 06, apresenta as margens fortemente degradadas. Portanto, sugere-se ações de restabelecimento das áreas de preservação permanentes para manter a qualidade e o fluxo hídrico. Os resultados obtidos pelo software do Índice de Qualidade da Água, demonstraram que o ponto de coleta 01, obteve um resultado ruim, com parâmetros como pH mais ácidos, e baixo oxigênio dissolvido, os demais pontos de coleta obtiveram nota regular, deixando a desejar em alguns parâmetros. Ressalta-se a importância da comunidade soledadense em ações de educação ambiental, investimento em políticas públicas que promovam a preservação das áreas que margeiam o rio.
dc.language.iso 210304s2021####bl#ad##fr###########por#d
dc.subject Recursos hídricos
dc.subject Produção intelectual - Uergs
dc.subject Mapeamento hidrográfico
dc.subject Diagnóstico ambiental
dc.subject Gestão ambiental
dc.title Mapeamento hidrográfico e diagnóstico ambiental do Rio Espraiado em Soledade/RS
dc.type Trabalho de conclusão e Relatório curricular
local.description.areasdoconhecimento M502


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples