REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UERGS

Produção de P (3HB) por Bacillus megaterium utilizando como fonte de carbono hidrolisado de casca de arroz e glicerol residual

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Cruz, Lilian Raquel Hickert
dc.contributor.author Schmidt, Vanessa Kristine de Oliveira
dc.date.accessioned 2021-08-04T19:39:08Z
dc.date.available
dc.date.issued 2019
dc.date.submitted 2019
dc.identifier.uri https://repositorio.uergs.edu.br/xmlui/handle/123456789/1592
dc.description.abstract O poli(3-hidroxibutirato) ou P(3HB) é um poliéster biodegradável sintetizado intracelularmente por microrganismos e pode ser produzido a partir de matérias primas de fontes renováveis. Entretanto, a produção deste poliéster por via biotecnológica ainda é restrita devido ao seu alto custo. A utilização de resíduos agroindustriais como substrato tem como principal objetivo viabilizar economicamente o processo de produção deste poliéster e agregar valor ao resíduo. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi à otimização dos processos tecnológicos para aumentar a produção de P(3HB) pelo B. megaterium, utilizando hidrolisado de casca de arroz (HCA) e glicerol residual como fontes de carbono (FC). O cultivo foi realizado por fermentação submersa por 72 horas em agitador orbital tipo shaker a 180 rpm a 30º C. Em erlenmeyers de 250 mL foram adicionados 100 mL de meio sintético com 10% do volume em inóculo com o pH 7,0. A cada 12 horas alíquotas foram retiradas dos cultivos, a fim de avaliar o crescimento celular . Para o cultivo em HCA foi necessária à realização de diluições seriadas e plaqueamento para contagem de células viáveis. Para todos os cultivos a cromatografia líquida de alta eficiência foi utilizada na identificação da concentração de açúcares. Os resultados do crescimento de biomassa mostraram que a bactéria, quando cultivada por 72 h à 30°C, apresentou desempenho de crescimento muito similar nos meios contendo FC padrão e glicerol residual. A extração foi realizada com solventes alternativos, apresentando um bom desempenho. Além disso, as amostras de P(3HB) foram caracterizadas por espectroscopia no infravermelho (FTIR) e calorimetria exploratória diferencial (DSC), evidenciando a produção de P(3HB) e possíveis co-polímeros. No decorrer da pesquisa foi observado que devido à utilização de um tempo maior de esterilização foram liberadas toxinas pela hidrólise ácida da casca de arroz prejudicaram o crescimento da B. megaterium. Contudo houve acúmulo de biomassa em um dos cultivos no qual utilizou-se um tempo de esterilização menor (mesmo contaminado) e após a extração evidenciou-se a produção de P(3HB), não descartando a hipótese da utilização do HCA como uma fonte de carbono promissora na produção deste biopolímero.
dc.language.iso 200703#########bl##################por##
dc.subject Glicerol residual
dc.subject Biocombustíveis
dc.subject Casca de arroz
dc.subject Carbono hidrolisado
dc.subject Bacillus megaterium
dc.subject Produção intelectual - Uergs
dc.title Produção de P (3HB) por Bacillus megaterium utilizando como fonte de carbono hidrolisado de casca de arroz e glicerol residual
dc.type Arquivo digital
local.contributor.advisor-co Santos, Evelise Fonseca dos
local.degree.date Unidade em Novo Hamburgo
local.degree.grantor Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
local.description.areasdoconhecimento M66.01


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples