REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UERGS

Validação de método de monitoramento contínuo em processos de umidificação utilizando estufa de secagem

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Garcia, Renato Letizia
dc.contributor.author Soares, Gisele do Carmo
dc.date.accessioned 2021-08-04T19:54:04Z
dc.date.available
dc.date.issued 2019
dc.date.submitted 2019
dc.identifier.uri https://repositorio.uergs.edu.br/xmlui/handle/123456789/1601
dc.description.abstract O controle do teor de umidade é um processo comum na indústria, pois produtos com alto teor de umidade facilmente sofrem contaminação microbiológica. Porém a medida das perda de água dos produtos ainda é feita de maneira manual, comparando-se o peso inicial com o peso seco . Baseado na necessidade de se aprofundar os conhecimentos sobre a transferência de água do produto para o ar aquecido durante o processo de secagem, testou-se nessa pesquisa a validação de uma rotina de monitoramento contínuo da transferência de massa da água de um recipiente para o ar aquecido de uma estufa de secagem. O objetivo desta pesquisa foi minimizar o erro teórico em relação ao experimental, para então utilizar os resultados obtidos para viabilizar a realização de um experimento didático voltado para o estudo do processo de umidificação do ar. Para tal, realizaram-se 15 experimentos com intervalos de tempo variando entre 20 minutos e uma hora. Para os experimentos com duração entre 20 e 30 minutos, os valores das variáveis de controle foram coletados de 2 em 2 minutos. Para os experimentos de uma hora, os valores das variáveis de controle foram coletados a cada cinco minutos. Para a vaporização da água dentro do contêiner, foram utilizados três tipos de aquecedores de água: um bloco aquecedor de impressora 3D com monitoramento de temperatura via Arduino, um aquecedor de água com regulagem automática de temperatura e um ebulidor elétrico comum. Ao longo dos experimentos, uma série de melhorias foi proposta para otimizar o processo de homogeneização do vapor que saía do recipiente com o ar aquecido do forno de secagem, como o uso de um ventilador USB e de um disco difusor de papelão. Dois equipamentos também foram usados para medir a umidade e a temperatura do ar que saia da estufa de secagem. Baseado no percentual de erro entre as medidas experimentais e teóricas, o experimento com o menor erro foi o Experimento 10, em que se utilizou um vidro de Nescafé® como recipiente para água, um ebulidor elétrico para esquentar a água dentro do recipiente e o termo-higro-anemômetro para realizar as medidas.
dc.language.iso 200703#2019####bl##################por##
dc.subject Produção intelectual - Uergs
dc.subject Estufa de secagem
dc.subject Umidificação - Processo
dc.title Validação de método de monitoramento contínuo em processos de umidificação utilizando estufa de secagem
dc.type Arquivo digital
local.degree.date Unidade em Novo Hamburgo
local.degree.grantor Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
local.description.areasdoconhecimento M681.5


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples