REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UERGS

Para além do livro: a literatura infantil sob percepção de profissionais de saúde e acompanhamento da criança hospitalizada no ambiente escolar

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Accorsi, Ana Maria Bueno
dc.contributor.author Neibert, Rosângela Meyer
dc.date.accessioned 2021-02-26T14:04:09Z
dc.date.available 2021-02-26T14:04:09Z
dc.date.issued 2019
dc.date.submitted 2019
dc.identifier.uri https://repositorio.uergs.edu.br/xmlui/handle/123456789/1061
dc.description.abstract Estudos revelam que o lúdico no ambiente hospitalar contribui na melhora das relações entre profissionais-pacientes e profissionais-acompanhantes. Assim, a literatura infantil surge como alternativa no benefício das relações, tornando o atendimento mais empático e atento às necessidades do paciente. O presente estudo analisa a percepção de profissionais de saúde e acompanhantes da criança hospitalizada sobre a promoção das atividades com literatura infantil no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas. Trata-se de um estudo descritivo com caráter quantitativo e qualitativo. Foram aplicados questionários para acompanhantes da criança internada e para os profissionais de saúde do Serviço de Pediatria do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, em Porto Alegre/RS. Para a análise das práticas de leitura e identificação do acervo de literatura infantil utilizado no projeto de extensão intitulado Biblioterapia: humanização do espaço hospitalar para crianças e adolescentes na internação pediátrica, coordenado pela Dra. Ana Maria Bueno Accorsi, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, foi elaborado um diário de campo no qual sucederam os registros de observação. Foram usadas análises descritivas e tabela de frequências, as quais foram estabelecidas e ordenadas categorias e tabulação de frequência. Como resultados, comprovou-se que, embora seja um estudo em fase inicial, os acompanhantes da criança hospitalizada e os profissionais de saúde do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas entendem que a contação de histórias deve continuar no ambiente hospitalar por contribuir na melhora do humor da criança hospitalizada. A construção de um espaço lúdico, que tem como instrumento a promoção da leitura, é reconhecida por auxiliar no ambiente hospitalar diminuindo estresse e ansiedade das crianças e dos acompanhantes. Além de apresentar mudanças no trabalho dos profissionais de saúde por conviverem em um ambiente com literatura infantil. Neste sentido, os resultados apresentados revelam a percepção de acompanhantes e profissionais de saúde acerca do entendimento da leitura e de um espaço de formação leitora ao perceberem a sua importância e seus benefícios. Como contribuição cientifica, espera-se que esse estudo, de relevância histórica, cultural e social, contribua para o fortalecimento do debate acerca do tema a fim de proporcionar qualidade nas ações de promoção da literatura infantil no ambiente hospitalar.
dc.language.iso 200708#########bl##################por##
dc.subject Formação do leitor - Prática
dc.subject Literatura infantil - Percepção do leitor
dc.subject Literatura infantil - Crianças hospitalizadas
dc.subject Produção intelectual - Uergs
dc.title Para além do livro: a literatura infantil sob percepção de profissionais de saúde e acompanhamento da criança hospitalizada no ambiente escolar
dc.type Arquivo digital
local.degree.date Unidade em Porto Alegre
local.degree.grantor Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
local.description.areasdoconhecimento M087.5


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples