REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UERGS

Entrelaces entre afeto, cognição e os processos de ensino e aprendizagem de crianças : análises interacionistas e documental

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Da Pieve, Maria da Graça Prediger
dc.contributor.author Bueno, Daiane Alves
dc.date.accessioned 2021-08-09T16:56:12Z
dc.date.available
dc.date.issued 2020
dc.date.submitted 2020
dc.identifier.uri https://repositorio.uergs.edu.br/xmlui/handle/123456789/1647
dc.description.abstract A pesquisa que resultou neste Trabalho de Conclusão de Curso se deu pela necessidade de aprofundar conhecimentos e compreender o aluno enquanto sujeito integral, dotado de corpo, cognição e afeto. O interesse pela temática “afetividade” emergiu de muitos contextos de sala de aula, vivenciados pela pesquisadora, em que se constatou a presença ou ausência de afetividade nas relações entre professores e alunos. Por esse motivo, esse estudo tomou corpo, tornando-se concreta a intenção da pesquisa. Apresenta como objetivo analisar, na Base Nacional Comum Curricular, os entrelaces entre as dimensões afetivas e cognitivas e os processos de ensino e de aprendizagem, tendo como fundamentos, a abordagem interacionista da Psicologia. Classificou-se, metodologicamente, em pesquisa bibliográfica e documental, de viés qualitativo, utilizando fichas para a coleta de dados. Teve, portanto, como objeto de estudo releituras das obras de Wallon, Piaget e Vygotsky, alguns físicos e outros digitais, e a Base Nacional Comum Curricular, delimitando a pesquisa ao capítulo introdutório e a etapa dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A sustentação teórica da pesquisa foi encontrada em Piaget (2014), Vygotsky (2001), Mahoney e Almeida (2012), La Taille (2019), Oliveira e Rego (2003), Gratiot-Alfandéry (2010), Wadsworth (1992), bem como no documento da Base Nacional Comum Curricular, em sua versão final (BRASIL, 2018). Demais autores e instituições de igual importância, contribuíram neste estudo. Os resultados alcançados permitiram concluir que a Base propõe o entrelaçamento entre a afetividade, cognição e os processos de ensino e aprendizagem. Encontrou-se no capítulo introdutório, nas Competências Geral, nas ementas e habilidades das áreas do conhecimento e em seus fundamentos legal e pedagógicos, as nomenclaturas que representam o mesmo sentido de afetividade. Para além destes resultados, encontrou-se no conceito de educação integral, a proposição de uma formação humana plena, a qual inclui a dimensão da afetividade. Da mesma forma, os três interacionistas, apresentam o papel estruturante da afetividade no desenvolvimento da criança (Wallon), a afetividade enquanto fonte energética da inteligência (Piaget) e a indivisibilidade entre afetividade e cognição no desenvolvimento do sujeito (Vygotsky). Os três teóricos concordam que as interrelações entre afeto e cognição, existem e se entrelaçam, influenciando-se mutuamente.
dc.language.iso 210214s2020####bl#####fr###########por#d
dc.subject Base Nacional Comum Curricular - BNCC
dc.subject Processos de ensino e de aprendizagem
dc.subject Cognição
dc.subject Afetividade
dc.subject Produção intelectual - Uergs
dc.title Entrelaces entre afeto, cognição e os processos de ensino e aprendizagem de crianças : análises interacionistas e documental
dc.type Trabalho de conclusão e Relatório curricular
local.description.areasdoconhecimento M37.015.3


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples